Autor: Fernando de Alcântara Correia

 

"Necromancia ou evocação dos mortos, é uma prática que supõe a possibilidade de entrar em contato com os mortos e de esses poderem comunicar mensagens do além, a até de aconselhar os vivos em problemas difíceis." (Bíblia Sagrada em CD-ROM, Editora Vozes).

 

A prática do espiritismo sempre foi severamente proibida por Deus. Abaixo estão alguns textos da Bíblia com referência ao espiritismo e também à adivinhação, que freqüentemente acompanha os que se dizem médiuns:

 

"Não recorrais aos médiuns, nem consulteis os espíritos para não vos tornardes impuros. Eu sou o Senhor vosso Deus" (Lv 19,31).

 

"Se alguém recorrer aos médiuns e adivinhos, prostituindo-se com eles, eu voltarei minha face contra ele e o eliminarei do meio do povo" (Lv 20,6).

 

"O homem ou a mulher que se tornar médium ou adivinho, serão mortos por apedrejamento. São réus de morte" (Lv 20,27).

 

" Caso surgir no teu meio um profeta ou um vidente que te anuncie um sinal ou prodígio, e se realizar o sinal ou prodígio que anuncia, dizendo: ‘sigamos outros deuses –deuses que não conheceis –e sirvamo-los’,  não atenderás às palavras do profeta ou sonhador, pois é o Senhor vosso Deus que vos prova; quer saber se de fato amais ao Senhor vosso Deus, com todo o coração e de toda a alma.  Ao Senhor vosso Deus deveis seguir e a ele devereis temer. Devereis guardar-lhe os mandamentos, escutar sua voz, servi-lo e apegar-vos a ele.  O profeta ou vidente, porém, seja morto por haver incentivado à rebelião contra o Senhor vosso Deus, que vos libertou do Egito e vos resgatou do antro de escravidão, para afastar-vos do caminho que o Senhor vossoDeus vos mandou seguir. Assim fareis desaparecer a maldade de vosso meio" (Dt 13,2-6).

 

" Não se ache o meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo,  à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou à invocação dos mortos,  porque o Senhor, teu Deus abomina aqueles que se dão a essas práticas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, teu Deus, expulsa diante de ti essas nações" (Dt 18,10-12).

 

" Ora, Samuel tinha morrido e todo Israel o tinha pranteado. Enterraram-no em sua cidade natal, Ramá. Saul tinha eliminado do país os necromantes e os adivinhos.  Então os filisteus se reuniram e avançaram, acampando em Sunam. Em vista disto Saul mobilizou todo Israel e pôs acampamento no Gelboé.  Mas quando Saul avistou o acampamento dos filisteus, foi tomado de medo e seu coração tremeu fortemente.  Saul consultou ao Senhor, mas ele não lhe deu resposta nem por sonhos nem pela sorte e tampouco através dos profetas. Então Saul ordenou aos seus servos: “Procurai-me uma mulher entendida em evocar os mortos, pois quero ir a ela e consultá-la”. Os seus homens lhe responderam: “Olha, há uma mulher assim em Endor”.  Saul se embuçou, vestindo outras roupas, e se pôs a caminho com dois homens. Chegaram à casada mulher de noite. Então ele disse: “Por favor, adivinha para mim por meio da necromancia e evoca-me aquele que eu te disser!”  A mulher lhe respondeu: “Olha, tu bem sabes o que fez Saul: ele exterminou do país os necromantes e adivinhos. Por que me armas um laço? Para mematar?” Saul lhe jurou pelo Senhor nestes termos: “Pela vida do Senhor, não incorrerás em nenhuma culpa por causa disto”.  Então a mulher perguntou: “A quem devo evocar?” E ele respondeu: “Evoca-me a Samuel”.  Mas quando a mulher avistou a Samuel, exclamou em voz alta e disse a Saul: “Por que me enganaste? Tu és Saul!”  O rei lhe replicou: “Não tenhas medo! Vamos, o que estás vendo?” A mulher respondeu a Saul: “Estou vendo um espírito subindo das profundezas da terra”.  Ele lhe disse: “Qual é a sua aparência?” Ela respondeu: “É um homem velho que está subindo, envolto num manto”. Então Saul reconheceu que era realmente Samuel e caiu com o rosto por terra, prostrando-se para ele.  Samuel, porém, disse a Saul: “Por que perturbas o meu repouso, evocando-me?” Saul respondeu: “Vejo-me numa situação desesperada: é que os filisteus me fazem guerra e Deus se retirou de mim, não me tendo respondido nem por boca dos profetas nem por sonhos. Por isso te chamei, para me indicares o que devo fazer”.  Samuel replicou: “Por que ainda me consultas, quando o Senhor se retirou de ti, tornando-se teu adversário?  O Senhor cumpriu o que tinha falado por meu intermédio. O Senhor arrancou da tua mão a realeza e a deu ao teu companheiro Davi.  Já que não obedeceste ao Senhor e não levaste a cabo a sua cólera ardente contra Amalec, por isso o Senhor hoje te fez isto.  O Senhor entregará contigo também a Israel nas mãos dos filisteus, e amanhã tu e teus filhos estareis comigo. O Senhor entregará nas mãos dos filisteus também o exército de Israel”" (1Sm 28,3-19).

 

" Saul morreu assim por causa do mal que tinha feito contra o Senhor e por não ter obedecido à palavra do Senhor e por cima ter consultado o espírito dum defunto para obter uma revelação, em vez de buscar revelação da parte do Senhor. Por isso o Senhor o fez morrer e transferiu a realeza para Davi filho de Jessé" (1Cr 10,13-14).

 

"[Manassés] Passou seu filho pelo fogo; praticou a encantação e a magia, estabeleceu necromantes e adivinhos; numa palavra, fazia continuamente o que desagradava ao Senhor" (2Rs 21,6).

 

" O imbecil alimenta esperanças vãs e ilusórias, e os sonhos dão asas aos insensatos.  Como quem pretende agarrar uma sombra ou correr atrás do vento, assim é o que dá atenção aos sonhos.  Um simples reflexo, eis a visão dos sonhos: é como a imagem do rosto num espelho.   Do impuro, o que de puro pode sair? E do falso, o que de verdadeiro? 5 Adivinhações, augúrios e sonhos são coisas vãs, como as imaginações da mulher em dores do parto. 6 A menos que te sejam enviados pelo Altíssimo numa sua visita, não lhes entregues teu coração. 7 Pois os sonhos já enganaram a muitos, e caíram os que neles depositaram sua confiança. 8 A Lei, pelo contrário, é completa sem tais mentiras, e na boca sincera a sabedoria é perfeita" (Eclo 34,4-8).

 

" Hão de dizer-vos: "Consultai os espíritos e os adivinhos que murmuram e segredam. Porventura o povo não deve consultar os seus deuses e consultar os mortos acerca dos vivos para obter uma revelação e um testemunho?" É assim que eles dirão, porque não haverá aurora para eles" (Is 8,19-20).

 

"Confundo os sinais dos falsos profetas, faço delirar os adivinhos, faço voltar atrás os sábios, e transformo sua sabedoria em loucura" (Is 44,25).

 

" Porque assim diz o Senhor Todo-poderoso, o Deus de Israel: Não vos deixeis enganar pelos profetas e adivinhos que estão no meio de vós, nem deis atenção aos sonhos que vós tendes,  porque eles vos profetizam mentiras em meu nome; eu não os enviei – oráculo do Senhor" (Jr 29,8-9).

 

" Certo dia, quando íamos para a oração, veio ao nosso encontro uma jovem escrava que tinha o espírito de Píton. Com suas adivinhações dava muito lucro aos patrões.  Começou a seguir Paulo e a nós, gritando: “Estes homens são servos do Deus altíssimo e vos anunciam um caminho da salvação”.  Isto repetiu-se por muitos dias. Enfim, aborrecido, Paulo voltou-se para ela e disse ao espírito: “Em nome de Jesus Cristo, ordeno-te sair desta moça”. No mesmo instante o espírito saiu" (At 16,16-18).

 

 

 


 

Citações:

 

  1. Bíblia Sagrada em CD-ROM, Editora Vozes.

  2. Bíblia Sagrada, Editora Ave-Maria.

  3. Bíblia Sagrada - Nova Edição Papal, C. D. Stampley Ent., Inc.